Networking: fazer por gosto ou por necessidade?

Rounded Button Secondary 2

Networking desempenha um papel importante no sucesso de qualquer negócio, e pode também beneficiar os proprietários de pequenas empresas, principalmente no início da jornada empreendedora. A palavra inglesa “networking” significa nada mais que “fazer conexões”. Pode ser ilustrado como “uma teia de aranha”, porque a partir de um contato você pode conhecer outros e dali poderão surgir diversas oportunidades.

No mundo empresarial, isso é feito através de reuniões e encontros ou através de outros métodos, como e-mail, telefone e sites de redes sociais.

Networking é um método de marketing eficaz e de baixo custo que pode ajudar a estabelecer relações mutuamente benéficas com outras empresas ou pessoas. No entanto, nem todo mundo gosta de usar seu tempo fazendo conversa para criar relações profissionais ou senão, enfrentam algum outro tipo de problema em relação a técnica de criar, desenvolver e manter uma rede de contatos.

O que está te impedindo?


Falta de confiança

A maioria das pessoas tem medo de ser rejeitada. Isso particularmente para aqueles que são novos na na área. É normal algumas vezes se sentir intimidado por pessoas mais experientes e que parecem não ter problema em fazer networking em algum evento.

A introversão é mais comum nos empresários do que imaginamos. Isso porque, nem todos que decidem ser empreendedores são necessariamente excelentes em relacionamentos interpessoais. Talvez eles sejam melhores em administrar a empresa ou programar o software do produto, mas nem tanto em participar de almoços de negócios.

Isso não significa, porém, que os introvertidos não terão sucesso com um bom networking. Mas, é necessário estabelecer algumas estratégias. Se você for daqueles que não gosta e não quer pensar em tentar, é importante considerar a ideia de encontrar um sócio ou funcionário de confiança que tenha especialmente esse soft skill e que participe sem problemas de eventos de negócios.


“Estou muito ocupado!”

Estar “ocupado demais” é uma desculpa comum para quem não quer participar de uma atividade ou evento de negócios. Essas pessoas lhe darão uma lista de afazeres apenas para justificar o motivo de não ir naquele tal congresso anual ou no happy hour de quinta-feira.

Se você quiser que o seu negócio cresça, é importante colocar networking numa das listas de prioridade. Ajustar a mentalidade para incluir eventos de networking como uma parte necessária do trabalho é essencial, seja a curto ou longo prazo.

Por isso, estabeleça um plano com os eventos mais interessantes e que possam agregar pontos positivos para você e para o seu empreendimento. Depois de ter estabelecido um plano, faça disso um hábito e verifique-os semanalmente ou mensalmente.


Paciência

Networking envolve dedicar tempo para cultivar relacionamentos. Seus contatos vão naturalmente querer saber se eles podem confiar em você antes de ajudá-lo. Da mesma forma, você também vai precisar saber se pode confiar em seus contatos e se o relacionamento será bom para ambos.

Quais as estratégias de networking?


Seminários ou eventos sociais

Eventos que se concentram exclusivamente em networking podem ser intimidantes para as pessoas que têm pouca experiência ou simplesmente não gostam. Tais eventos são particularmente difíceis para os introvertidos que se sentem estranhos em se apresentar e participar de conversas com pessoas que acabaram de conhecer. Por isso, procure participar de seminários, palestras ou eventos sociais. Isso facilitará conhecer pessoas com interesses e conversas em comum.


Leve um amigo

Levar um amigo ou sócio junto aos eventos pode deixar a situação de conhecer outras pessoas um pouco menos tensa. No entanto, não fique somente com o seu amigo durante todo o evento. Isso pode afastar conversas e interações importantes para o seu networking.


Prepare perguntas

Quando você vai a eventos, quais são as perguntas mais comuns que as pessoas perguntam a você? Para a maioria das pessoas que participam de eventos de networking, uma das perguntas mais comuns é: “O que você faz?” Algumas pessoas se cansam escutar isso milhões de vezes. Tente reformular a pergunta: “Qual a sua área de trabalho e motivação?”, por exemplo.

Se preparar ajudará você a se sentir mais confiante. Quando outras pessoas veem que você está confiante, é mais fácil de engajar uma conversa por um período mais longo.


Mostre interesse genuíno

Muitas pessoas não conseguem se conectar com outros, porque não estão interessados em falar sobre si mesmos e seus negócios. A maioria das pessoas não se preocupam com você ou o que você faz até que saibam que você se importa também com o que eles fazem. Isso cria uma oportunidade de compartilhar interesses e necessidades mútuas.


Contato em redes sociais

As redes sociais fazem parte de todos nós atualmente. Quase todo mundo tem uma ou duas contas nas diversas possibilidades que a internet nos oferece. Por isso, as redes sociais podem ser facilmente utilizadas como um método de comunicação e networking. Além do Facebook, não esqueça de redes sociais mais voltadas a vida profissional, como Linkedin. Não perca o contato!

Conclusão

Fazer networking com pessoas da sua área de trabalho ou com interesses mútuos pode trazer muitos resultados positivos. Seja para a sua vida profissional, para a sua empresa ou para sua vida pessoal. Agregar pessoas e contatos é uma estratégia valiosa e essencial para a vida e para o empreendedorismo. Talvez aquela pessoa que você conheceu numa palestra torne-se seu parceiro ou cliente. Por isso, não perca tempo e faça um esforço ou localize a melhor estratégia para começar a aumentar a sua rede de contatos.

bhp