Começar um negócio de sucesso – Fase: A ideia!

Rounded Button Secondary 2

Muitos acreditam que dar início a um negócio de sucesso é um processo extremamente misterioso. Essas pessoas sabem e acreditam que querem começar um negócio, mas não fazem ideia quais são os primeiros passos que devem ser tomados. O que fazer, então?

Antes de iniciar, vamos esclarecer um ponto: As pessoas sempre se perguntam se este ou aquele é um bom momento para colocar em prática sua ideia de negócio. O fato é que não há realmente um mau momento para abrir um negócio. É óbvio que pode ser mais favorável abrir em tempos economicamente fortes, pois as pessoas têm dinheiro e estão procurando maneiras de investir.

Porém, abrir em tempos econômicos difíceis ou incertos pode ser tão inteligente quanto outros. Como? Pode ser que a sua ideia de negócio seja necessária para essa fase de tempestades na economia, e como a maioria das pessoas são relutantes em lançar seu negócio em tempos difíceis, o seu novo negócio pode ter uma maior e melhor chance de ser notado! Além disso, nessas fases também é possível encontrar equipamentos, locais ou até mesmo empresas por preços bem mais baixos – dependendo da sua ideia de negócio e necessidades.

É estimado que o Brasil possua atualmente mais de 10 milhões de pequenas empresas, e esse número cresce 10% a cada ano. Dentro desse gigante número, no entanto, deve existir milhares de pessoas com boas ideias que prometem: “Esse é o ano que eu começo meu negócio”, mas desistem.

Obviamente, todo mundo tem seu próprio obstáculo, algo pessoal ou profissional que impede de tomar o primeiro (e crucial) passo. A maioria das pessoas têm medo de começar, temem o desconhecido ou o fracasso. Outras pessoas acham que começar algo pode ser muito difícil de manter o controle.

Perca o medo e dê foco ao que de fato importa!

Agora, responda as seguintes perguntas:

  • Como posso melhorar o mercado?
  • Será que com a minha ideia poderei fazer algo melhor ou diferente?
  • Quais áreas no mercado que ainda não são cobertas por outras empresas?

Deixe a ideia fluir

Como iniciar o processo de ideia? Primeiro, pegue uma folha de papel e na parte superior escreva: “coisas sobre mim.” Liste de cinco a sete coisas sobre si mesmo – coisas que você gosta de fazer ou que é realmente bom no lado pessoal. Sua lista pode incluir: “Eu sou realmente bom com as pessoas, eu gosto de cuidar e ensinar crianças, eu amo ler, eu amo computadores, eu amo números, eu sou bom em chegar em conceitos visuais, eu sou um solucionador de problemas.” Basta escrever o que vem à sua mente.

Do outro lado do papel, liste as coisas que você não acha que é bom ou que não gosta de fazer. Talvez você seja realmente bom em conceitos de marketing, mas não goste de interagir com novas pessoas ou você não gosta de falar em público ou não gostaria de ter que viajar para fazer vendas. Não faça um overthinking, mantenha o pensamento simples e escreva-os. Quando tiver terminado, pergunte a si mesmo: “Se houvesse três a cinco produtos ou serviços que fariam minha vida pessoal melhor, quais seriam?” Sua vida pessoal como homem, mulher, pai, marido, mãe, esposa, avô – quaisquer que seja sua situação. Determine quais os produtos ou serviços que tornariam sua vida mais fácil ou mais feliz, mais produtiva ou eficiente.

Em seguida, faça essas mesmas perguntas sobre a sua vida empresarial. Examine o que você gosta e não gosta sobre sua vida profissional, quais características as pessoas gostam e não gostam em você. Finalmente, pergunte-se por que você quer começar um negócio. Então, quando estiver pronto, procure um padrão nos seus resultados que possam ser combinados – a vida pessoal e profissional.

Momentos de inspiração

Obter uma ideia pode ser tão simples como manter os olhos abertos para as empresas que estão fazendo sucesso no mercado; elas surgem o tempo todo, mas é necessário estar atento para que não seja apenas uma boa ideia. Ou seja, essa ideia pode ter um grande potencial mas por não ter levado adiante, perdeu-se no meio de tantas outras – até o dia que alguém pensar da mesma forma e estiver atento para investir.

Em outras palavras, você pode utilizar qualquer ideia e personalizá-la para os tempos e para as necessidades do mercado. Coloque a sua criatividade para um novo conceito. Na verdade, a personalização de um conceito não é uma escolha, e sim, uma necessidade. Não copie algo que já existe no mercado. Apesar de alguns segmentos funcionarem assim, é importante localizar um ponto no qual você irá se diferenciar.

Siga em frente e faça!

Tenha em mente que abrir um negócio, apesar de diversos cálculos e planejamento necessários para determinar a veracidade e probabilidade de sobrevivência do negócio, não é uma ciência provada e comprovada. Diversos fatores devem ser considerados.

Nós sabemos que começar um negócio não é fácil, de fato. Mas não é tão complicado ou assustador como tantas pessoas pensam. É um passo-a-passo, um jogo de tetris que deve ser analisado e cada bloco encaixado da melhor maneira possível. Então, dê um passo de cada vez: descubra o que você quer fazer e verifique o que está ao seu alcance para iniciar.

É importante ter em mente que uma das característica mais importante que você precisa ter como empreendedor é: Perseverança. Vão ter diversos “nãos” como resposta no seu caminho, tempos bons e tempos ruins, riscos e grandes chances de sucesso. Aliás, uma das advertências mais comuns que você vai ouvir é sobre o risco. Todos dirão o quanto é arriscado iniciar seu próprio negócio. Claro, começar um negócio é arriscado, mas o que não é? Se você considerar cuidadosamente o que está fazendo, obter ajuda quando precisar, se organizar e planejar, poderá então diminuir todos esses tais riscos.

Determinar o que você quer fazer é apenas o primeiro passo – não deixe pra depois.

 

bhp